Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4669
wcag
Title: De mãos abertas: Reflexos da língua gestual na vida de uma jovem com trissomia 21
Authors: Rosa, Bruna Marisa Francisco Rodrigues
Orientador: Espirito Santo, Adelaide Pereira Jacinto do
Keywords: Trissomia 21
Comunicação
Língua gestual portuguesa
Qualidade de vida
Issue Date: 13-Jul-2017
Citation: Rosa, B. (2017). De mãos abertas: Reflexos da língua gestual na vida de uma jovem com trissomia 21. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: A presente dissertação, intitulada como “De mãos abertas: reflexos da língua gestual na vida de uma jovem com Trissomia 21”, surgiu da necessidade de aprofundar o conhecimento acerca do impacto da aquisição da Língua Gestual Portuguesa como comunicação aumentativa e alternativa no desenvolvimento de uma criança com Trissomia 21. Neste estudo adotou-se uma metodologia de estudo de caso, centrado numa criança com T21, de forma a compreender o quanto a língua gestual favoreceu não só a comunicação da aluna como, consequentemente, a sua autonomia pessoal e social. Os sujeitos participantes nesta investigação, para além da aluna em estudo, foram as pessoas que contactaram/contactam com a aluna nas várias esferas diárias. Deste modo, os participantes foram as tutoras da aluna/assistentes sociais da instituição onde a aluna reside e uma monitora da mesma instituição, os pares da Sofia que partilham a mesma instituição e, por último, docentes e técnicas especializadas que têm vindo a cooperar no processo escolar da aluna. Esta investigação processou-se via uma recolha de informação realizada através da análise documental e de entrevistas semiestruturadas, sendo todos os dados posteriormente tratados através da técnica de análise de conteúdo para assim conhecer em detalhe a aluna, antes e após a introdução da Língua Gestual Portuguesa no seu percurso. Os resultados obtidos neste estudo revelaram que a inclusão desta língua no processo curricular da aluna levou a que esta progredisse nas mais variadas áreas, sendo reconhecida por todos os participantes a sua evolução e a sua auto valorização como pessoa dinâmica e interativa. No entanto, verifica-se que nem todos os intervenientes adotam este meio de comunicação com a aluna, continuando insistentemente a recorrer a outros métodos comunicativos que não o da predileção da criança em estudo.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4669
Designation: Dissertação de mestrado em Educação especial – especialização no domínio cognitivo e motor. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2017
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Bruna Rosa.pdf17.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons