Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4663
wcag
Title: ComPassos Musicais: A relação da música numa criança com autismo
Authors: Cardoso, Fátima de Almeida Nunes
Orientador: Santos, Maria Teresa Pereira dos
Keywords: Autismo
Música
Comunicação
Socialização e Comportamento
Issue Date: 15-Sep-2016
Citation: Cardoso, F. (2016). ComPassos Musicais: A relação da música numa criança com autismo. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: Este estudo pretende demonstrar de que forma a música pode contribuir para o desenvolvimento da comunicação, da socialização e do comportamento de uma criança com Perturbação do Espetro do Autismo. Sendo a música uma linguagem universal, esta, tem efeitos benéficos incontestáveis na generalidade das pessoas. Ora, se em pessoas ditas “normais” a sua ação é indiscutível, em indivíduos com dificuldades de comunicação, os seus efeitos serão tão ou mais significativos, quanto mais não seja, como forma de melhorar a qualidade de vida destas pessoas. Esta investigação, visa possibilitar um conhecimento mais abrangente, acerca das especificidades do Autismo, tendo em conta as áreas afetadas e modelos de intervenção, tal como, os benefícios que a música pode trazer ao nível comportamental, da comunicação e da socialização/interação. Trata-se do estudo de uma criança com Perturbação do Espetro do Autismo, do sexo masculino, que frequenta o 3.° ano do Ensino Básico, a tempo parcial na Unidade Especializada de Apoio à Multideficiência. Como metodologia optou-se pelo estudo caso. Os dados foram obtidos através de um plano de intervenção desenvolvido durante sete semanas decorridos, após três semanas de observação naturalista. Inerente ao processo de investigação, como métodos de recolha de dados, recorreu-se à observação participante, foram elaboradas grelhas de observação, escalas de verificação, notas de campo, registo fotográfico e vídeo durante a implementação de todo o processo. Como complemento, foi realizado um inquérito por entrevista semi-estruturada às participantes no projeto: Encarregada de Educação, Professora do Educação Especial, Professora do Ensino Regular e Terapeuta da fala. Relativamente aos resultados obtidos, estes permitem-nos concluir que a música desempenhou, um papel ativo, facilitador na construção das relações sociais e comunicacionais da criança em estudo. Concluímos que a Música é, de facto, um trilho que explora a dimensão humana em toda a sua complexidade, emergindo canais de comunicação cuja propagação possibilita consistentes perspetivas de intervenção nos indivíduos com Perturbação do Espetro do Autismo.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4663
Designation: Dissertação de mestrado em Educação especial – especialização no domínio cognitivo e motor. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2016
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Fátima Cardoso.pdf29.97 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons