Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/5354
wcag
Title: Os fatores de riscos psicossociais na atividade dos Técnicos Superiores de Segurança no Trabalho do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral
Authors: Simão, António Manuel Gonçalves
Orientador: Amaral, Marta Isabel Casteleiro
Keywords: Técnicos superiores de segurança no trabalho
Riscos psicossociais
FPSICO
Segurança no trabalho
Prevenção
Issue Date: 18-Dec-2020
Citation: Simão, A. (2020). Os fatores de riscos psicossociais na atividade dos Técnicos Superiores de Segurança no Trabalho do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Tecnologia e Gestão.
Abstract: A sociedade atual, encontra se em constante mudança e transformação, contribuindo para uma grande inquietude na população. O mundo do trabalho, enquanto parte principal deste mundo glob al, está retido destas oscilações e alterações. Essas alterações conduziram à emergência de novos riscos ocupacionais para o trabalhador, como é o exemplo dos riscos psicossociais relacionados com o trabalho. Estes riscos são consequências de uma série de fatores que ocorrem no local de trabalho, que podem ser definidos como aqueles que ocorrem em contextos laborais, sociais ou ambientais e que têm probabilidade de causar danos psicológicos, sociais ou físicos na saúde dos trabalhadores. Este estudo conside ra pertinente a incidência da investigação na classe profissional de Técnicos Superiores de Segurança no Trabalho (TSST) e a sua relação com os riscos psicossociais, uma vez que são estes profissionais que, no desenvolvimento da sua atividade, se ocupam da identificação e combate a riscos, englobando também, os riscos psicossociais. Assim, de forma a verificar se existe relação entre o grupo profissional e os riscos, delineou se o objetivo principal do estudo, afim de analisar se os TSST a operar no Baixo A lentejo e Alentejo Litoral, em setores e ramos de atividade diversificados, estão expostos a condições de trabalho adversas; verificar se são afetados por fatores psicossociais de risco e se estes trazem consequências no seu estado de saúde. Para a identificação de fatores de risco psicossocial utilizou se o método de avaliação FPSICO produzido pelo Instituto Nacional de Seguridad e Higiene no Trabajo (INSHT), Espanha. É um instrumento de aplicação individualizada que permite o diagnóstico da situação psic ossocial de uma empresa ou de suas áreas parciais ou ainda de um grupo profissional. Após o apuramento dos resultados identificou se que a Carga de Trabalho e a Participação/Supervisão foram os fatores de risco psicossocial que evidenciam maior exposição entre este grupo profissional.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/5354
Designation: Dissertação de mestrado em Segurança e higiene no trabalho. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Tecnologia e Gestão, 2020
Appears in Collections:D-ENG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
António+Simão_pdfa.pdf4.07 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons