Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/171
Full metadata record
wcag
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPires, Ana Cristina Catarino-
dc.date.accessioned2013-04-19T18:12:21Z-
dc.date.available2013-04-19T18:12:21Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationPires, A. C.C. (2012). Benefícios da expressão dramática na educação de crianças e jovens com dificuldade intelectual e desenvolvimental: estudo de caso. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.por
dc.identifier.urihttp://comum.rcaap.pt/handle/123456789/3987-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12207/171-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Educação especial - Especialização no domínio cognitivo e motor, orientada por Adelaide Espírito Santo, Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.por
dc.description.abstractA educação pela arte é considerada por muitos como o pilar de uma educação de qualidade.As expressões artísticas podem constituir uma importante fonte de socialização e de aprendizagem para as pessoas com e sem deficiência. Nas crianças/jovens com mais dificuldades em aprender, atividades com base nas expressões artísticas favorecem o vivenciar de experiências com os seus pares. O presente estudo pretende conhecer o contributo de práticas educativas de Expressão Dramática no desenvolvimento das crianças/ jovens com Dificuldade Intelectual e Desenvolvimental –DID. A investigação realizada enquadra-se tendencialmente no modelo de Estudo de Caso, do tipo não experimental e exploratório, uma vez que se pretende recolher informação sobre os benefícios da Expressão Dramática para crianças/ jovens com DID, numa escola em que se sabia que tal prática era corrente – a Escola Básica 2,3 André de Resende em Évora. Para complementarmos este estudo recolhemos também informação na Instituição CERCIDIANA, uma vez que esta área é também utilizada. O processo de recolha de dados envolveu diferentes procedimentos: análise documental; observação naturalista; conversas informais e entrevista. Os dados recolhidos após submetidos à análise de conteúdo permitiram-nos constatar que a utilização da expressão dramática como prática educativa com alunos com DID permite-lhes adquirir competências de cariz sensório-motor, cognitivo (comunicação; criatividade; memorização; noção do tempo; mobilização da atenção) e relacionais intrapessoais (autoestima, autoconfiança) e interpessoais (principalmente no que respeita à autonomia social). Comprovámos também que alunos de turmas com alunos com DID incluídos, envolvidos em projetos que utilizavam a expressão dramática como metodologia interdisciplinar desenvolveram competências de cidadania tais como: solidariedade; respeito pela diferença; colaboração e comunicação entre todos, que gera o reconhecimento das qualidades de cada um. Por fim apresenta-se uma proposta de intervenção na área da Expressão Dramática que apela à interdisciplinaridade entre várias áreas disciplinares, entre elas o Português e as Expressões, o que envolve vários professores de turmas com alunos DID incluídos.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectEducaçãopor
dc.subjectExpressão dramáticapor
dc.subjectCriançaspor
dc.subjectJovenspor
dc.subjectDificuldade intelectual e desenvolvimentalpor
dc.subjectInclusãopor
dc.titleBenefícios da expressão dramática na educação de crianças e jovens com dificuldade intelectual e desenvolvimental: estudo de casopor
dc.typemasterThesispor
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.