Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/5476
wcag
Title: Autocuidado da pessoa com delírio: Intervenção psicoterapêutica do enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiátrica com base na terapia metacognitiva individualizada para a psicose
Authors: Moreira, Maria de Fátima Borralho
Orientador: Pinho, Lara Manuela Guedes de
Keywords: Autocuidado
Delírio
Cuidados centrados na pessoa
Plano de cuidados individualizado
Enfermagem de saúde mental e psiquiátrica
Issue Date: 19-Jan-2022
Citation: Moreira, M. (2022). Autocuidado da pessoa com delírio: Intervenção psicoterapêutica do enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiátrica com base na terapia metacognitiva individualizada para a psicose. [Dissertação de mestrado, Instituto Politécnico de Beja, Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Portalegre, Instituto Politécnico de Setúbal, Instituto Politécnico de Castelo Branco]. Repositório Científico do Instituto Politécnico de Beja. https://hdl.handle.net/20.500.12207/5476
Abstract: Breve Fundamentação: O delírio constitui uma perturbação no processo de pensamento individual, resultando numa falsa crença, inabalável, que contrasta com o contexto cultural e social da pessoa, causando-lhe alterações na funcionalidade biopsicossocial, no bem-estar, na qualidade de vida, e no autocuidado, encontrando-se presente em algumas das perturbações psiquiátricas. Objetivo: O objetivo do relatório é o de relatar as competências especializadas adquiridas na área de Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica. Delineou-se como objetivo principal do projeto de intervenção realizado: dotar a pessoa com delírio de competências para melhor gerir os seus sintomas psicóticos, promovendo o seu insight cognitivo por forma a que se torne um agente ativo na promoção do autocuidado com melhoria significativa na funcionalidade. Contexto: O Estágio I decorreu no Centro de Respostas Integradas e o Estágio final numa Unidade de Internamento de Psiquiatria. Metodologia: Realizámos uma fundamentação teórica com base na pesquisa da literatura de forma a basear a nossa intervenção na evidência científica. O processo de enfermagem foi sustentado nas Teoria das Relações Interpessoais de Hildegard Peplau, na Teoria do Deficit de Autocuidado de Oren e na Teoria do Processo de Avaliação Diagnóstica e Intervenção Terapêutica de Manuel Lopes. A prática de cuidados especializados foi baseada no processo de cuidados individualizados à pessoa tendo por base as seguintes fases: avaliação diagnóstica com identificação dos diagnósticos de enfermagem, planeamento de cuidados, intervenção de enfermagem e avaliação de resultados. Resultados: O processo de cuidados permitiu a organização dos processos de raciocínio clínico para a tomada de decisões clínicas, centrados nas necessidades co-identificadas e na prestação de cuidados de enfermagem individualizados. Através do processo de enfermagem foi identificado o significado que a pessoa atribui ao seu estado de saúde/doença, bem-estar e funcionalidade e, traçados planos de cuidados individualizados tendo em conta a unicidade da Pessoa como ser holístico. Ao avaliarmos os ganhos em saúde podemos aferir pela aplicação das escalas utilizadas, que existiu uma ligeira remissão nos delírios, melhoras no insight cognitivo nomeadamente nos domínios autoconfiança e autorreflexão, e melhoras na funcionalidade. Conclusão: Concluímos que o conceito de autocuidado assume centralidade na disciplina e profissão de enfermagem sendo que o Enfermeiro Especialista em Saúde Mental e Psiquiátrica tem o saber, mas também o posicionamento nos cuidados de saúde para promover ou restituir a capacidade de autocuidado à pessoa com delírio, bem como através de intervenções especializadas inseridas num plano de cuidados individualizado, contribuir para a aquisição de competências por parte da pessoa cuidada, que visem a sua autonomia e autodeterminação.
URI: https://hdl.handle.net/20.500.12207/5476
Designation: Dissertação de mestrado em Enfermagem – Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica em conjunto com: Universidade de Évora, Escola Superior de Enfermagem São João de Deus, Instituto Politécnico de Portalegre, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, 2022
Appears in Collections:D-SA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Fátima+MoreiraPDFA.pdf4.59 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons