Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/5435
wcag
Title: Educação pela arte na exploração das áreas do currículo com preocupações de sustentabilidade ambiental
Authors: Queixinhas, Beatriz Patrício
Orientador: André, Maria do Céu Lopes da Silva
Passarinho, Aldo Manuel Serra
Keywords: Educação pela arte
Educação artística
Artes visuais
Sustentabilidade ambiental
Pré-escolar
1º ciclo do ensino básico
Criança
Educador/professor
Issue Date: 9-Jul-2021
Citation: Queixinhas, B. (2021). Educação pela arte na exploração das áreas do currículo com preocupações de sustentabilidade ambiental. [Dissertação de mestrado, Instituto Politécnico de Beja]. Repositório Científico do Instituto Politécnico de Beja. https://hdl.handle.net/20.500.12207/5435
Abstract: O presente relatório consiste na descrição do trabalho de investigação-ação, desenvolvido no âmbito da disciplina PPII (prática profissional II) e PPIII (prática profissional III), no último ano do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, no qual surgiu a temática em questão, durante o ano letivo 2019/20, no qual se pretende realçar o papel da Educação Pela Arte no despertar de uma consciência sensível e implicada nos problemas de sustentabilidade ambiental, através de atividades multidisciplinares com as diferentes áreas do currículo. Pretende-se refletir sobre as possibilidades do trabalho pedagógico através das relações entre a Educação Pela Arte e os diferentes domínios da Educação Artística – Artes Visuais, agora com esta designação enquanto componente do currículo da Educação Básica. Da mesma forma, a investigação tem como objetivo indagar sobre a ressonância das atividades de Educação Pela Arte na valorização do ambiente escolar de forma a contribuir para o desenvolvimento do sentido estético da criança. A Educação Artística – Artes Visuais, até aqui designada no currículo por Expressão Plástica tem tido um papel relativamente reduzido no que se refere ao tempo que é dedicado às suas atividades, fixando-se essencialmente no desenvolvimento da “destreza manual e visual das crianças. Sem objetivos e motivações, limitava-se quase exclusivamente à representação através do desenho” (Oliveira, 2007, p. 63). E, tendo a Expressão Plástica um papel crucial no desenvolvimento global da criança, apesar de estar muito presente no seu quotidiano nas atividades lúdicas, considera-se importante que exista uma organização do trabalho pedagógico que integre no processo de ensino-aprendizagem as atividades desta área de forma a cumprir as aprendizagens essências previstas para a educação artística – Artes Visuais, nos seus diferentes domínios. Poder-se-á dizer que tanto em pré-escolar como em 1º ciclo do ensino básico, os professores e educadores de infância tendem a utilizar a expressão plástica como uma “forma de passar o tempo”, não existindo uma finalidade para a mesma; usando, muitas vezes, as técnicas de forma casual e sem intencionalidade pedagógica, como o desenho e a pintura de imagens pré-existentes. Tal facto faz com que haja desmotivação por parte dos alunos e uma subvalorização da área nos processos de ensino aprendizagem.
URI: https://hdl.handle.net/20.500.12207/5435
Designation: Dissertação de mestrado em Educação pré-escolar e ensino do 1º ciclo do Ensino Básico. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2021
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Beatriz+Queixinhas.pdfA.pdf2.51 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons