Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/5258
Full metadata record
wcag
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGoes, Margarida-
dc.contributor.authorOliveira, Henrique-
dc.contributor.authorLopes, Manuel-
dc.contributor.authorFonseca, César-
dc.contributor.authorVieira, João Vítor-
dc.contributor.authorFerreira, Rogério-
dc.date.accessioned2020-05-06T11:49:57Z-
dc.date.available2020-05-06T11:49:57Z-
dc.date.issued2019-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/20.500.12207/5258-
dc.description.abstractNos últimos anos, a literatura científica sobre a avaliação da Qualidade de Vida (QdV) da população idosa e muito idosa, residente nas áreas rurais, tem sofrido um sério incremento, em virtude do registo de um maior nível de envelhecimento (humano e demográfico), relativamente às áreas urbanas, uma maior prevalência de doenças crónicas, multimorbidades e alterações funcionais de ordem variada, que em geral culminam em necessidades de saúde cada vez mais complexas e consequentemente, numa maior procura dos serviços de saúde pelos idosos, cuja utilização depende da disponibilidade e acessibilidade a estes recursos (Goes, Oliveira, & Lopes, 2016). A revisão da literatura efectuada por (Gruneir, Silver, & Rochon, 2011), que englobou 55 estudos de investigação, realizados no Canadá, Estados Unidos, Europa, Ásia, Austrália e Israel, permitiu aferir que a procura dos Serviços de Urgência (SU) pelos idosos apresentou-se a maioria das vezes tanto inevitável, como única e viável quando ocorre um episódio agudo de saúde, porque o cuidador informal não soube dar resposta no domicílio (dependência funcional, conjuntamente com a falta de apoio no autocuidado), sobretudo porque as complexas necessidades de saúde dos idosos não foram anteriormente satisfeitas, através de uma adequada continuidade dos cuidados, culminando assim numa crise de saúde. Assiste-se assim, a uma necessidade de coordenação de prestação de cuidados integrados, em continuidade e proximidade pelo que se torna imperioso a criação de novos modelos sistematizados de intervenção e de suporte, de modo a hierarquizar as prioridades interventivas na comunidade, optando sempre pelo contexto onde as pessoas vivem (no seu domicilio) e permitindo que os idosos envelheçam com a qualidade (de)vida.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherFormasaupor
dc.rightsopenAccesspor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/por
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectCuidados continuados integradospor
dc.titlePerfil de qualidade de vida de uma população comunitária residente na região do Baixo Alentejopor
dc.typelecturepor
dc.peerreviewedyespor
degois.publication.locationPaços de Ferreirapor
degois.publication.titleIV Congresso Nacional de Cuidados Continuados Integrados e II Conferência Ibérica de Hospitalização Domiciliáriapor
Appears in Collections:D-SA - Comunicações com peer review

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
João Vieira - RESUMO.pdf211.19 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons