Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4658
wcag
Title: Vivências da reforma, saúde mental e qualidade de vida em gerontes do destacamento de trânsito da Guarda Nacional Republicana em Beja
Authors: Rodrigues, José Domingos Lampreia
Orientador: Faria, Maria Cristina Campos de Sousa
Keywords: Envelhecimento ativo
intervenção comunitária
Saúde mental
Qualidade de vida
Reformados
Guarda Nacional Republicana
Issue Date: 24-Feb-2017
Citation: Rodrigues, J. (2017). Vivências da reforma, saúde mental e qualidade de vida em Gerontes do destacamento de trânsito da Guarda Nacional Republicana em Beja. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: Enquadrada numa perspetiva de investigação-ação, a presente investigação tem como principal objetivo conhecer as vivências da reforma, a saúde mental e a qualidade de vida de reformados dum Destacamento de Trânsito da GNR para delinear estratégias de intervenção promotoras de bem-estar de reformados deste grupo profissional. Para a sua realização foi utilizada uma metodologia de investigação qualitativa e quantitativa, de carácter exploratório e transversal. Participaram neste estudo pessoas selecionadas intencionalmente e com critérios, a saber: residirem em Beja, possuírem disponibilidade para participarem no projeto e serem reformados do Destacamento de Trânsito da GNR da mesma localidade. Contou-se assim com a participação de três idosos, todos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 58 e os 68 anos, das suas respetivas esposas e do Comandante Distrital da GNR. Os instrumentos de avaliação utilizados foram: a Entrevista Semiestruturada sobre Saúde Mental e Bem-estar em gerontes, o Inventário de Saúde Mental e o WHOQOL-OLD adaptado para a população portuguesa. Os resultados obtidos após a realização deste trabalho, mostraram-nos que o envelhecimento dos idosos não está a decorrer de forma ativa e bem-sucedida. Através da aplicação do Inventário de Saúde Mental, constatou-se que dois participantes não apresentaram sintomatologia e um (P1) apresentou resultados totais de sintomas graves, valores indicativos de carência de afeto positivo e baixa pontuação ao nível do bem estar positivo. Verificou-se que este participante apresenta sintomas graves ao nível da saúde mental e valores indicativos que apontam para o resultado de que “ necessita de melhorar a sua qualidade de vida”, devido a carências nos domínios: Atividade passadas, presentes e futuras (que avalia a satisfação com objetivos alcançados na vida e projetos a realizar) e Participação Social (que avalia a participação em atividades do quotidiano, nomeadamente, na comunidade) Os outros dois gerontes apontam para resultados de: “regular qualidade de vida”. A investigação realizada possibilitou uma melhor compreensão sobre a especificidade das dinâmicas de reforma na GNR e contribui para refletir sobre estratégias de intervenção neste domínio. A partir destas informações delineou-se uma proposta de Projeto de Intervenção denominado “Ó da Guarda, pequenas reparações”, com o intuito de melhorar o quotidiano dos três idosos que fizeram parte da investigação. O Projeto de Intervenção visou ainda dar continuidade continuar a estimular o envelhecimento ativo dos mesmos, através da aplicação de estratégias para que se mantenham ativos, mas, também, proporcionar-lhes benefícios no campo da saúde física e mental, por forma a fomentar a sua participação ativa na comunidade.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4658
Designation: Dissertação de mestrado em Psicogerontologia comunitária. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2017
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
José Domingos Rodrigues.pdf3.56 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons