Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4644
wcag
Title: Efeito da variedade, do tipo e da época de aplicação/fracionamento da fertilização azotada em regadio no trigo mole para panificação
Authors: Espada, Rita Isabel
Orientador: Patanita, Manuel
Keywords: Triticum aestivum L.
Fertilização azotada
Variedade
Produção de grão
Qualidade para panificação
Issue Date: 20-Dec-2017
Citation: Espada, R. (2017). Efeito da variedade, do tipo e da época de aplicação/fracionamento da fertilização azotada em regadio no trigo mole para panificação. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior Agrária.
Abstract: Os principais fatores que influenciam a produção e a qualidade do grão de trigo são os fatores genéticos (cultivar), as condições climáticas e técnicas culturais. Dentro das técnicas culturais, os fertilizantes, com destaque para os azotados, desempenham um papel fundamental para a valorização da matéria prima produzida. A qualidade do trigo mole para panificação está intimamente associada à fertilização azotada, razão pela qual a maior parte das análises para avaliação da qualidade têm por base a proteína do grão. Além da dose, a época de aplicação/fracionamento da fertilização azotada, é um fator que pode condicionar os resultados produtivos, bem como a qualidade tecnológica do grão. A diversidade de adubos azotados existentes, se por um lado permite a adoção de diferentes estratégias, por outro dificulta a escolha do produtor. No âmbito do Projeto PRODER Fertitrigo – foram instalados dois ensaios de campo, em regadio, um com adubos azotados clássicos e outro com adubos azotados específicos. Em qualquer dos ensaios, como delineamento experimental em «split-plot» com quatro repetições, estudou-se a influência de dois fatores: a variedade (‘Antequera’, ‘Bancal’, ‘Paiva’, e ‘Roxo’)como fator principal e, a época de aplicação/fracionamento da fertilização azotada (seis tratamentos em cada ensaio) como fator secundário. Os resultados obtidos indicaram efeito da variedade na produção e na qualidade do grão em qualquer dos ensaios, com destaque produtivo para ‘Bancal’ e qualitativo para ‘Roxo’. Quanto aos tratamentos época de aplicação/fracionamento da fertilização azotada, verificou-se efeito na produção e no teor de proteína do grão com adubos clássicos, com vantagem para a maior repartição do azoto na produção e para a aplicação ao emborrachamento na proteína. Os resultados obtidos nos dois ensaios quer para a produção de grão (6439 kg ha-1 com adubos clássicos e 6355 kg ha-1 com adubos específicos), quer para as características de qualidade do grão e farinha (14,15% de proteína com adubos clássicos e 14,12% com adubos específicos), são semelhantes, pelo que o tipo de N parece não ter influência nestas características com interesse económico.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4644
Designation: Dissertação de mestrado em Agronomia. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior Agrária, 2017
Appears in Collections:D-BIO - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Rita Espada.pdf10.45 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons