Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4600
wcag
Title: Revitalizar profissões tradicionais no Baixo Alentejo para o desenvolvimento comunitário e empreendedorismo
Authors: Oliveira, Ana Marta
Orientador: Faria, Maria Cristina Campos De Sousa
Keywords: Profissões tradicionais
Baixo Alentejo
Desenvolvimento comunitário e empreendedorismo
Issue Date: 11-Dec-2015
Citation: Oliveira, A. (2015). Revitalizar profissões tradicionais no Baixo Alentejo para o desenvolvimento comunitário e empreendedorismo. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: O presente estudo tem como principal objetivo perceber o potencial da revitalização de profissões tradicionais no Baixo Alentejo para o desenvolvimento comunitário e empreendedorismo. A investigação centrou-se no Baixo Alentejo e envolveu os seguintes participantes: dois especialistas, seis representantes de entidades regionais e associações locais, 42 representantes do poder local e sete profissionais de profissões tradicionais. Foram consideradas as seguintes dimensões de análise: caracterização das profissões tradicionais; importância das profissões tradicionais e futuro das profissões tradicionais. Os dados recolhidos permitiram identificar cerca de 40 profissões tradicionais e cerca de 150 profissionais em atividade no Baixo Alentejo, constatou-se que as profissões tradicionais fazem parte da cultura, identidade e do património, individualizam e caracterizam as comunidades. Contribuem para o desenvolvimento comunitário e empreendedorismo na medida em que, permitem fixar as pessoas, criar postos de trabalho e empresas, atrair turistas e divulgar as localidades. O estudo possibilitou compreender que o futuro das profissões tradicionais passa pela articulação entre entidades públicas e associações; criação de um plano de ação; criação de um espaço de produção, divulgação e comercialização; aliar a inovação às profissões tradicionais, adaptando-as às funcionalidades dos dias de hoje; utilizar os produtos autóctones; promover visitas a casos de boas práticas; incentivar o ensino das profissões tradicionais; apostar na formação/requalificação da atividade e apostar em novos ativos. Considerando os resultados obtidos foi delineada uma proposta de projeto de intervenção denominada “Casa dos Ofícios” que consiste em envolver a comunidade num espaço de partilha de saberes e experiências, que possibilite a investigação e a divulgação; a produção e a comercialização; fomentar ações de formação e estimular o empreendedorismo inovador e ainda criar uma exposição que mantenha viva a memória das profissões tradicionais extintas no Baixo Alentejo.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4600
Designation: Dissertação de mestrado em Desenvolvimento comunitário e empreendedorismo. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2015
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Ana Marta Oliveira.pdf22.69 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons