Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4560
wcag
Title: O olhar das crianças do 2º ciclo face aos pares com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais (DID)
Authors: Medeiro, Patrícia Graça Venes
Orientador: Espírito Santo, Adelaide Pereira Jacinto do
Keywords: Inclusão
Necessidades educativas especiais
Representação entre pares
Issue Date: 27-Jul-2016
Citation: Medeiro, P. (2016). O olhar das crianças do 2º ciclo face aos pares com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais (DID). (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: A dificuldade apresentada pelas crianças que frequentam um Centro de Atividades de Tempos livres (C.A.T.L.), em aceitarem uma criança com Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais (DID) no dito centro despoletou a questão de partida: Será que através da realização de dinâmicas de sensibilização, de alunos sem DID se consegue melhorar a aceitação da diferença? A experiência que a autora do estudo tem tido enquanto técnica de um Centro de Atividades de Tempos Livres (CATL) permite-lhe afirmar que este não é um caso isolado, pois as crianças com DID têm dificuldades em socializar-se, assim como as crianças sem DID em aceitar a diferença. Para compreender de que forma as dinâmicas intergrupais podem melhorar a socialização das crianças do 2° ciclo com e sem DID, a frequentarem um CATL traçou- se uma investigação baseada na metodologia de investigação-ação. A recolha de dados foi feita a partir da análise documental, da observação naturalista, assim como de um questionário, de uma ficha descritiva e da realização de dinâmicas de sensibilização. Efectuou-se igualmente uma entrevista à educadora responsável, no sentido de se perceber o funcionamento do CATL e o relacionamento entre as crianças com e sem DID. A amostra envolveu crianças entre os 9 e 12 anos (30 alunos), que frequentam o 2° ciclo do ensino básico. Neste trabalho tivemos a oportunidade de constatar que as dinâmicas intergrupais serviram para promover a aceitação da diferença.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4560
Designation: Dissertação de mestrado em Educação especial – especialização no domínio cognitivo e motor. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2016
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Patrícia Medeiro.pdf26.27 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons