Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4552
wcag
Title: A simulação clínica em suporte imediato de vida no serviço de urgência
Authors: Amaro, Pedro Miguel Nolasco
Orientador: Mendes, João
Keywords: Segurança
Enfermagem
Segurança do doente
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade de Évora, Escola Superior de Enfermagem São João de Deus, Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Portalegre, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias
Citation: Amaro, P. (2017). A simulação clínica em suporte imediato de vida no serviço de urgência. (Dissertação de mestrado em associação não publicada). Universidade de Évora, Escola Superior de Enfermagem São João de Deus. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Portalegre, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias.
Abstract: Introdução: Integrado no mestrado em Enfermagem o estágio final permite o desenvolvimento de competências científicas, humanas, técnicas e relacionais. A simulação clinica visa precisamente o treino de habilidades técnicas e não técnicas por parte dos enfermeiros em cenários de simulação reais promovendo a segurança do doente. Objetivo: Demonstrar a importância da simulação clinica na aquisição e desenvolvimento de competências em reanimação. Métodos: estudo quantitativo e descritivo, durante 5 semanas, realizando-se 10 sessões formativas para 30 enfermeiros. Resultados: As competências mais desenvolvidas foram a tomada de decisões e a dinâmica da equipa. Todos os grupos melhoraram a sua prestação em suporte imediato de vida através da simulação e da criação de cenários. Discussão: A simulação como método de ensino é adequado e garante a segurança dos doentes. Permite a aquisição e desenvolvimento de competências assentes na criação de cenários complexos e reais. Conclusão: a utilização da simulação no suporte imediato de vida melhora a performance dos enfermeiros, tornando-os mais capazes, desenvolvendo competências técnicas e não técnicas que incluem juízo clinico e tomada de decisões, sem porem em risco a segurança do doente, devendo esta prática ser instituída nos serviços de saúde.
Description: Dissertação de mestrado em Enfermagem – Área de especialização em enfermagem de médico-cirúrgica, a pessoa em situação crítica. Mestrado em associação: Universidade de Évora, Escola Superior de Enfermagem São João de Deus, Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Portalegre, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Setúbal, Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, 2017
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4552
Appears in Collections:D-SA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Pedro Amaro.pdf14.3 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons