Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/20.500.12207/4545
wcag
Title: Avaliação da uniformidade da rega e da fertirrega num olival superintensivo
Authors: Branco, Valter André Correia
Orientador: Tomaz, Alexandra Trincalhetas
Keywords: Rega localizada
Uniformidade
Fertirrega
Condutividade eléctrica
Olival superintensivo
Issue Date: 18-Nov-2016
Citation: Tomaz, V. (2016). Avaliação da uniformidade da rega e da fertirrega num olival superintensivo. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior Agrária.
Abstract: Com o presente trabalho pretendeu-se avaliar a performance de um sistema de rega gota-a-gota e a uniformidade de fertirrega num olival superintensivo. No primeiro caso, fez-se a determinação do Coeficiente de Uniformidade dos Caudais, do Coeficiente de Variação dos Caudais e da variação das pressões medidas em diferentes locais do sistema de rega, de duas explorações agrícolas diferentes (Monte Branco Norte e Monte Vale Viveiros). No segundo, realizou-se o cálculo dos desvios nos valores de Condutividade Elétrica medida em diferentes pontos, utilizando um método designado Fertitest, tendo como principal objetivo confirmar se o adubo está homogeneamente aplicado por todos os setores de rega. Na exploração Monte Branco Norte os resultados obtidos para os parâmetros Coeficiente de Uniformidade dos Caudais e Coeficiente de Variação dos Caudais foram considerados Aceitáveis. Enquanto na exploração Monte Vale Viveiros o parâmetro Coeficiente de Uniformidade dos Caudais se mantém Aceitável, o parâmetro Coeficiente de Variação dos Caudais passou a ser considerado Inaceitável. Em ambas as explorações, as pressões medidas no sistema de filtragem estão acima do valor de perda de carga máxima aceitável. Quanto aos resultados obtidos do cálculo da Variação da Condutividade Elétrica, de salientar que estes foram contraditórios ao que se pretende alcançar, uma vez que se obtiveram valores muito afastados entre setores de rega. Em Monte Branco Norte obteve-se uma variação entre os valores máximo e mínimo de desvio calculados de 75%. Em Monte Vale Viveiros esta variação foi de 33%.
Description: Dissertação de mestrado em Agronomia. Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior Agrária, 2016
URI: http://hdl.handle.net/20.500.12207/4545
Appears in Collections:D-BIO - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Valter Branco.pdf10.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons