Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/123456789/4365
wcag
Title: Cuidar de quem cuida de idosos institucionalizados: a interferência do desgaste físico e psicológico dos cuidadores formais de idosos dependentes na qualidade dos cuidados prestados aos mesmos
Authors: Cruz, Nádia Raquel Gonçalves da
Orientador: Faria, Maria Cristina Campos de Sousa
Fernandes, Ana Isabel Lapa
Keywords: Cuidador formal
Idoso
Desgaste físico e psicológico
Cuidado
Issue Date: 2014
Publisher: Instituto Politécnico de Beja. Escola Superior de Educação
Citation: Cruz, N. (2014). Cuidar de quem cuida de idosos institucionalizados: a interferência do desgaste físico e psicológico dos cuidadores formais de idosos dependentes na qualidade dos cuidados prestados aos mesmos. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: O presente estudo incide sobre o tema da interferência do desgaste físico e psicológico dos cuidadores formais na qualidade da prestação de cuidados a pessoas idosas dependentes. O investigador pretende responder à seguinte questão de partida: De que forma o desgaste físico e psicológico dos cuidadores formais de idosos dependentes interfere na qualidade dos cuidados prestados aos mesmos? Neste sentido foi realizado um estudo no Lar Anexo I, da Santa Casa da Misericórdia de Sines, com 13 Ajudantes de Lar e 30 utentes, que representaram uma amostra por conveniência do universo de 53 utentes. Os instrumentos de recolha de dados aplicados foram de natureza qualitativa e quantitativa, nomeadamente uma Entrevista semi-estruturada aplicada aos cuidadores formais e um Inquérito por Questionário para os utentes. Além disso utilizou-se o Índice de Barthel, para a avaliação da dependência dos utentes ao nível das Actividades Básicas da Vida Diária. Foram ainda aplicadas duas Escalas de Avaliação Psicológica: a Escala de Sobrecarga do Cuidador (adaptada por Sequeira) e a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (adaptada por Pais-Ribeiro, Honrado e Leal). A nível dos resultados do desgaste físico verificou-se que, a maioria dos cuidadores formais sofre de sobrecarga intensa. Relativamente ao desgaste psicológico, o stress apresentou a média de resultados mais elevada. A maioria dos idosos é dependente e considera que o desgaste dos cuidadores interfere na qualidade dos seus cuidados. Face aos resultados adquiridos no processo investigativo propôs-se um Projecto de Intervenção.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicogerontologia comunitária. Instituto Politécnico de Beja. Escola Superior de Educação, 2014
URI: https://repositorio.ipbeja.pt/handle/123456789/4365
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Nádia Gonçalves da Cruz.pdf1.97 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.