Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/123456789/4356
wcag
Title: Necessidades formativas dos docentes face à inclusão de alunos com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais no ensino regular
Authors: Condeça, Maria Teresa Figueira
Orientador: Santos, Maria Teresa Pereira dos
Keywords: Inclusão
Dificuldades intelectuais e Desenvolvimentais
Formação de professores
Cooperação entre docentes
Issue Date: 2014
Publisher: Instituto Politécnico de Beja. Escola Superior de Educação
Citation: Condeça, M. (2014). Necessidades formativas dos docentes face à inclusão de alunos com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais no ensino regular. (Dissertação de mestrado não publicada). Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação.
Abstract: Tendo em mente que a escola inclusiva é um lugar onde todas as crianças e jovens aprendem juntos, com as mesmas oportunidades, pretende este estudo compreender a forma como os Professores do Ensino Básico percecionam a inclusão de alunos com Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais (DID), nas turmas/escolas do Ensino Regular e quais as suas principais lacunas nas respostas que lhes dão. Várias são as investigações que têm vindo a demonstrar os ganhos significativos que estas crianças obtêm, quer ao nível do seu desenvolvimento pessoal e social, quer ao nível da sua qualidade de vida, se forem incluídas em turmas de ensino regular, logo no início da sua escolaridade. Com esta investigação pretendeu-se saber quais os interesses e as necessidades de formação dos professores do ensino regular. Constatou-se que, a maioria dos professores que estão a lecionar crianças com DID não receberam qualquer formação durante o curso. Na fundamentação teórica que enquadra este estudo foram, assim, abordados temas como: Da Exclusão à Inclusão – Breve Perspectiva Histórica, Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais (DID), A formação de professores e o Trabalho Cooperativo entre Professores do Ensino Regular e Professores do Ensino Especial. O estudo empírico inscreveu-se num modelo qualitativo de investigação seguindo um plano não-experimental e descritivo. Contou com uma amostra de dez professores pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Moura. A metodologia utilizada privilegiou a observação naturalista de aulas e a aplicação de uma entrevista semi-estruturada para a recolha de dados. Perante a análise da informação recolhida constatou-se que, na sua maioria, os professores demonstraram uma perceção positiva e favorável à inclusão dos alunos com DID, no ensino regular, considerando-a profícua tanto para o desenvolvimento pessoal e social destas crianças/jovens, como para o enriquecimento dos seus pares, sem deficiência. Porém, os resultados alcançados deixam transparecer, ainda, algumas preocupações em relação à inclusão destas crianças/jovens, apontando como pertinentes algumas condições que se consideram essenciais para melhorar a respetiva eficácia. A falta de formação dos professores na área das DID foi apontada como um dos principais entraves à real Inclusão dos alunos com DID neste Agrupamento de escolas, pelo que se apresenta uma proposta de intervenção neste âmbito.
Description: Dissertação de Mestrado em Educação especial no domínio cognitivo e motor. Instituto Politécnico de Beja. Escola Superior de Educação, 2014
URI: https://repositorio.ipbeja.pt/handle/123456789/4356
Appears in Collections:D-ECSC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
wcag
File Description SizeFormat 
Maria Teresa Condeça.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.